O método de Balanceamento Cerebral®

O processo de Balanceamento Cerebral® emprega a tecnologia, através de um sistema computadorizado (uma combinação de EEG espectral digital e um dispositivo para estimulação sensorial controlada). 

Trata-se de um sistema eletrônico controlado por computador, que monitora a produção das ondas cerebrais (através do EEG espectral) e controla precisamente a entrada de estímulos sensoriais (auditivo e visual) no cérebro. O sistema possui também recursos avançados de neurofeedback para auxiliar o paciente a perceber suas atividades cerebrais em tempo real, característica que acelera o processo de Balanceamento Cerebral®.

Isso significa dizer que é possível melhorar ou amenizar inúmeras disfunções psico-físicas e proporcionar ao paciente uma melhor qualidade de vida.

As descobertas e os resultados desse trabalho abrem uma nova perspectiva para os campos da re-habilitação, da saúde mental, da aprendizagem e do treinamento esportivo e organizacional. 

O cliente é submetido a uma avaliação inicial por EEG espectral - Neurofeedback, enquanto desempenha diversas atividades que o obriga a utilizar inúmeras áreas e funções do seu cérebro (leitura, cálculos matemáticos, relaxamento, raciocínio lógico, etc). A partir dessa análise dinâmica do desempenho cerebral, é possível quantificar as diversas funções cerebrais testadas. Trata-se na realidade de uma análise qualitativa e quantitativa do funcionamento do cérebro, que possibilita saber quais funções e quais as áreas a ser estimuladas.

A estimulação é totalmente baseada nos resultados da primeira avaliação. É também necessário monitorar o cérebro durante os estímulos sensoriais para se saber como o cérebro recebe esses estímulos e quais serão os parâmetros para as estimulações subsequentes.

 

 De forma prática: 

- É realizada uma avaliação inicial por EEG espectral - Neurofeedback, conectando-se pequenos sensores descartáveis ao cliente, para visualizar as atividades cerebrais na tela do computador. Essa medição é então avaliada para determinar as áreas cerebrais de maior e menor atividade;


- Emprega-se então a estimulação sensorial controlada (auditiva, visual e vestibular) para proporcionar determinadas freqüências e sincronizar as principais partes do cérebro. O programa adequado a ser utilizado é baseado nos resultados do primeiro EEG espectral - Neurofeedback;

- Exercícios de biofeedback são realizados para permitir ao usuário perceber suas próprias freqüências e o balanceamento entre os dois hemisférios cerebrais;

- É realizada uma segunda avaliação por EEG espectral - Neurofeedback para comparação com o primeiro exame, e para medir o efeito e os resultados da sessão. Esse EEG espectral é utilizado para determinar os parâmetros de ajuste das próximas sessões de estimulação sensorial. A partir daí, periodicamente (período determinado especificamente para cada paciente), estimula-se e monitora-se o cliente em busca dos resultados desejados.

Através do processo de balanceamento cerebral®, um grande número de informações acerca da qualidade funcional do cérebro podem ser claramente verificadas e visualizadas por um sistema eletrônico, totalmente computadorizado. Tal facilidade permite ainda configurar todo o processo de estimulação sensorial controlada de forma segura e adequada.


Por que é possível balancear o cérebro?

Porque o cérebro é particularmente sensível a estímulos sensoriais especialmente sincronizados, que quando o atingem nas proporções adequadas e coerentes, faz com que os neurônios busquem continuar a produzir esse mesmo padrão rítmico (gerando o fenômeno de bio-retroalimentação).

Isso acontece graças aos fenômenos conhecidos como "trofismo" e "plasticidade cerebral" (que constituem as maiores evidências da capacidade adaptativa do sistema nervoso central) e por contar o cérebro com uma enorme reserva de células nervosas que podem entrar em ação, assumindo e realizando as funções dos neurônios lesados. 

O cérebro humano trabalha com altíssima reserva neuronal. Dessa forma, quando  recebe as estimulações sensoriais corretas, uma imensidão de neurônios recobra seu funcionamento normal e um outro grande número é despertado para novas tarefas em caso de lesões físicas ou funcionais.

Balanceamento Cerebral® só se tornou possível após a determinação precisa e proporcional das freqüências elétricas emitidas pelo cérebro em suas diversas áreas, durante a realização de atividades específicas.

Balanceamento Cerebral® é obtido ao se estimular com precisão as inúmeras áreas do cérebro com as freqüências exatas que compensam o desequilíbrio constatado através da EEG espectral - Neurofeedback. Tal avaliação indica o percentual das freqüências emitidas nos dois hemisférios, e possibilita configurar um sistema eletrônico, capaz de gerar a ativação neuronal através de estimulação sensorial controlada, o que leva o cérebro tender a entrar em estado de balanceamento de maneira natural e não invasiva.